ARQUITETANDO POR AÍ

ARQUITETANDO POR AÍ
Aqui, o assunto é transformar rotinas engessadas, visando a melhoria da qualidade de vida dos envolvidos. Como assim? Com conhecimentos arquitetônicos aliados a técnicas de organização, residenciais ou comerciais, espaços são reestruturados com custo bem inferior ao previsto. Independente do tamanho da sua necessidade, conheça um pouco dessa história e encontre respostas para modificar a sua. Aguardo você...

17/12/2017

SONHO DELA



By Vera Milliotti




De volta, tanto ao Brasil como à rotina de trabalho, já chego numa semana pequena para tantos compromissos. Entre eles, um inadiável e intransferível: a inauguração da Casinha "Sonho Meu, Sonho Nosso." Projeto de Angela Chaves, foi lançado bem no meio de um furacão que passou pela minha vida pessoal/profissional em 2017. Sem poder me envolver nem aparecer nas reuniões, deveria ter sido entitulada "a palpiteira mor". Como não comparecer? Larguei tudo e fui! Hoje, preciso dividir com vocês...  





"Sonho Meu, Sonho Nosso"




Quadro de créditos




Muitos devem lembrar do Museu de Miniaturas que Angela Chaves mantem na sua residência, abrindo a convidados em um período do ano. Pois é. Antes da "casinha", como ela mesmo denomina, ninguém seria capaz de acreditar na quantidade de peças guardadas esperando por esse novo projeto. Agora, dispostas nas salas, quartos, halls, banheiros e tantos outros ambientes, as citadas peças encantam não só pelo tamanho, mas, principalmente, pelo conjunto. Podem acreditar, uma visitação de quase se perder o fôlego!




Hall



Sala de jantar



Quarto de hóspedes



Quarto de Angela



Quarto do casal 



Quarto da vovó



Quarto do adolescente zen



Quarto dos gêmeos



Uma parte da equipe e Angela (no centro do grupo) 




Dircurso concluído, homenagens realizadas, antes da visitação, é necessário ressaltar que, sem o engenheiro eletricista Vitor Leão Filardi, responsável pelo projeto e execução de toda a iluminação, essa conquista não teria sido tão plena. Como descrever? As imagens dão algumas pistas, mas é necessário visitar para conferir detalhes. Pendentes, iluminação indireta e até mesmo cênica são realmente possíveis nesse mundo tão pequenino. E as peças são de arrancar suspiros de qualquer um. Sonho realizado. 




Homenagem merecida!




Se o engenheiro eletricista trouxe vida ao projeto, Iaçanã Simões, colada com Angela, o fez acontecer. Presente em todas as etapas, foi o coração de tudo. Paciente, conhecedora do assunto e muito equilibrada, esteve aberta à toda espécie de sugestão. Ouvia, ponderava e acatava aquelas que viessem a fazer aquele mundo em escala 1/125 mais real. Muitas vezes, esteve acompanhada da sua filha Iasmim, que, também atuante no projeto, figura no quando de créditos como "palpiteira". Angela não esquece ninguém.  




Iasmim e Iaçanã Simões




Assim como na recepção aos visitantes do seu museu em casa, Angela fez questão de receber os convidados com bebida e comida em miniatura. Hamburgueres, salgadinhos, sequilhos, refrigerantes, tortas, tudo aparecia em tamanho reduzido, surpreendendo os desavisados e encantando a todos. Libriana, antenada e muito caprichosa, não se poderia esperar nada menos da nossa maestrina. Belo exemplo de como sonhos viram projetos e podem, sim, ser realizados. Qual foi o segredo desse? Trabalho de equipe.




Detalhe da mesa das guloseimas




Taças diminutas




Em se tratando de Angela Chaves, jamais se poderia sair de lá sem um mimo demonstrando a sua gratidão. Sejam participantes do projeto ou apenas visitantes, todos entenderam quão significativa foi cada presença naquele belo evento. No meu caso, veio em forma de pingente. Uma casinha linda, dentro de uma caixinha em metal, mais linda ainda. Já usando, guardarei essa lembrança com muito carinho. Através dela, pretendo, lembrar que preserverança existe. E, para completar, tem nome e endereço... 




Amei!





Fonte imagens: ARQUIVO "SONHO MEU, SONHO NOSSO"

26/11/2017

AGRADECIMENTO



@daniellaonofre




"Dar um presente artesanal é evitar a espera nas filas das grandes lojas e nos shopings, mas também é algo que possui um significado muito maior. Quem compra presentes artesanais, tem a satisfação de apoiar diretamente o trabalho de um artista ou artesão. Já quem recebe, ganha algo único, feito com carinho e atenção que podem ser sentidos e vistos no próprio produto. Um presente artesanal é o resultado de talento e dedicação, fatores que estão ausentes nos produtos provenientes da fabricação em massa/industrial."

Movimento Buy Handmade




Ganhei e emocionei...




Não é que a artesã Daniella Onofre apronta de novo! Eis que, no meio das encomendas entregues na sexta, uma sacolinha linda já com cara de Natal. "Como você vai viajar, esse já é o seu presente!", declarou ela com um sorriso largo. Os que me conhecem sabem o quanto fico constrangida ao receber. Qualquer coisa. De uma carona à um presente especial. Bastante atrapalhada, agradeci pela atenção e segui para as outras tarefas do dia. 





Amei é pouco!




Já em casa, emocionei com a delicadeza do gesto. Minha letra, minha cor preferida e muito amor. Entendi o que o texto do Movimento Buy Handmade nos quer passar. Agradecer? Só se for em forma de post. E a finalidade do de hoje é essa, viu, Dany?! Enviarei as minhas encomendas de Natal pelo whatsApp, lembrando que só estarei de volta na semana de 11/12. Por falar em viagem, posts aqui, só na volta. Façam logo suas encomendas...





No meu cantinho especial.





Fonte imagens: ARQUIVO PROFISSIONAL

19/11/2017

ARQUITETANDO POR AÍ



@garrafaria_by_sao_fraga




Durante a semana, sufoco total, me dei conta de que já estamos no final do ano. E os mensageiros do Papai Noel anunciam a sua chegada com força e gás. Ano difícil. De pura luta e aprendizado. Ainda que sem as minhas ex-parceiras, segui organizando e arquitetando. Aliás, "arquitetar por aí" foi a proposta original desde o dia que voltei de São Paulo, capacitada para organizar rotinas diversas. Era abril de 2012. E já se foram cinco anos.
Num passado bem mais recente, ao final de um dos cursos da pmg, recebemos da arquiteta Conceição Fraga um mimo da sua autoria: garrafas customizadas com as nossas iniciais. Tocada com a atenção, elas ficaram juntas até o dia que o universo permitiu. E hoje, a do "p" segue no nosso home, sempre a me lembrar, não só quanto os amigos são importantes, mas, acima de tudo, quão precioso é o tempo que eles nos dedicam.




Olha ela aí, São!




Foi quando Moacir Mancha, amigo, diretor de cena e meu artista preferido, sempre muito ocupado, se mostrou disponível para compartilhar sua criatividade. Cientes ser uma idealização lá de 2012, ele e sua parceira em tudo, Débora Cerqueira, tentariam dar uma roupagem nova à antiga marca. Inserir o "p" acima apresentado, já era uma certeza. Então, num lindo trabalho de equipe (à propósito, uma equipe enorme!), ela renasceu. Hoje, apresentada aqui, seguirei organizando e arquitetando por aí...      




Obrigada, amigos!!!!





Fonte imagens: ARQUIVO PROFISSIONAL

04/11/2017

O MEC INFORMA...



Atenção ao horário de verão!




Vencida uma enxurrada de sensações no dia de hoje, confesso que a vontade de devolver a filha vestibulanda ao útero é a mais forte delas. Lá, certamente, estaria protegida das batalhas que a vida começa a lhe impor. Querem saber o porquê de tudo isso? Porque amanhã começa o Enem - Exame Nacional do Ensino Médio. Como eu mesma costumo completar: valendo. E, por isso, nos organizamos para estarmos em família no suporte da nossa "pequena". Colados do início ao fim. Para ela e todos os seus colegas, desejamos muita tranquilidade e confiança no que aprenderam até aqui. Para os muitos professores que participaram da sua formação, impossível transformar em palavras nossa gratidão. Vai começar... 




Bem assim!





Fonte imagem: GOOGLE

29/10/2017

MUDANÇA DE PLANOS



Torta Búlgara, o presente!




Depois de um sábado inteirinho "Respirando Organização" com uma turma muito especial, nos despedimos cansadas, saudosas e realizadas. À noite, já em casa, pronta para iniciar a segunda temporada da série Stranger Things em família, eis que recebo uma linda mensagem. Véspera do aniversário da filha mais velha, 21h, e post de hoje já na cabeça. Diante do gesto de amizade abaixo, que fazer? Aceitar, facilitar, agradecer e mudar os planos da publicação. Estava diante de um tema diferente...  








Sim!! Buscamos organização, também, para que as nossas rotinas tenham flexibilidade. E possamos modificar planos já traçados, sem que isso seja sinômimo de prejuízo algum. Foi assim que a surpresa pode acontecer. Que dizer da aniversariante? Ficou extasiada com a demonstração de carinho por parte das amigas. A maioria das seis, ainda que em aula, curtiu cada minuto dos sessenta de intervalo. Os planos para o post de hoje? Foram mudados. E essa é a explicação. Como sempre, tudo verdade!!








Para Juju, Thais, Camila, Rebecca, Júlia e Bruna, deixo aqui o nosso muito obrigada!! Nada como amigos para encherem os nossos dias de alegria... 





 Fonte imagens: ARQUIVO PROFISSIONAL

22/10/2017

UMA AJUDA DE PESO



Atenção aos sinais...




Passado um sábado inteirinho Respirando Organização na UNIFACS, com uma turma pra lá de interessada, necessário registrar uma surpresa: encararam numa boa o tema descarte. Turma madura e participativa. Muitos depoimentos de como o descarte liberta. Entre nós, Herbert Viana!  




Slide 39



Só lembrando o quanto as nossas aquisições em excessos, muitas vezes, resolvem carências alheias de diversas ordens, deixo aqui um estímulo. Nesse domingo tranquilo, pratiquem o desagego!! Valendo para qualquer cantinho, viu?! Garanto que "a casa fica bem melhor assim."  




Fonte imagem: GOOGLE

15/10/2017

AOS MESTRES COM CARINHO




"Feliz aquele que transfere o que sabe
e aprende o que ensina." Cora Coralina




No dia 5 de outubro, logo depois do almoço, chego no dentista com minha filha mais velha (sim, tenho tarefas de mãe!) e encontro uma sala de espera perplexa com algo na tv. Depois que consegui entender tratar-se de mais uma tragédia em solo brasileiro, pensei: que mais falta acontecer aqui, Deus? Centro Municipal de Educação Infantil Gente Inocente. O nome já dizia tudo. 75 criancinhas e 17 funcionários no local. Não só Janaúba, cidade mineira, mas todo o Brasil estava sentindo a dor daqueles pequenos. Ainda aguardando sermos chamadas, segurei a mão da minha criança, já com quase 17 anos, como se 4 ainda tivesse. Numa tristeza só... 
Eis que hoje, 15 de outubro, mais um Dia do Professor, passados exatos dez daquela tragédia absurda, percebo o compartilhamento do texto abaixo por parte de um amigo querido. Logo entendi tratar-se da transcrição de uma mensagem do psiquiatra Augusto Cury aos pais daquelas crianças. Para eles, nossos governantes e todos que não dão o devido valor à essa importante profissão. Profissão? Palavras duras, porém verdadeiras, objetivando acordar uma nação. Ao mesmo tempo, uma grande homenagem aqueles que, por amor ao que fazem, não abandonam os seus propósitos jamais: os professores. Acordemos enquanto há tempo!!   




Um demônio encarnado em um pobre homem com doenças mentais, chega em uma creche com um galão de combustível nas mãos e um isqueiro. É a aproximação do inferno em sua forma mais grotesca. E quem se interpõe doando a própria vida para salvar as crianças? Uma professora.
Uma professora que morreu para salvar os filhos de outras pessoas. Uma professora que experimentou as dores do inferno para salvar a vida de muitos pequeninos. Uma heroína anônima que já fazia isso todos os dias antes da tragédia. Uma simples professora que já dava sua vida pelos meninos a cada dia, a cada momento do seu magistério.
Para ela, a decisão de lutar com o assassino não foi difícil: a decisão já tinha sido tomada, muito antes, 20 anos antes, quando ela escolheu morrer diariamente para dar esperança a crianças pobres deste país. É disso que eu falo quando digo que ainda há muitos professores comprometidos com seus alunos neste país. É disso que eu falo quando afirmo que há professores e professoras que pensam mais nos alunos do que no salário e nas condições de trabalho. É disso que eu falo quando reafirmo que há professores que se mortificam a cada dia para que seus alunos - sim, "os filhos dos outros", como muitos dizem - tenham alguma espécie de futuro. É disso que eu falo quando confirmo o que minha experiência na Educação Básica me ensinou: há muito professor e muita professora que ama o que faz, que ama até as últimas consequências!
A tragédia de Janaúba não é suficiente para que entendam isso? Quanto tempo mais esses heróis e heroínas anônimos serão desprezados neste país? Quanto tempo mais esses governantes inescrupulosos vão se contentar em fazer discursos vazios no Dia do Professor? Quanto tempo mais os empresários que enriquecem às custas dos sistemas escolares se contentarão em colocar vídeos ridículos saudando o Dia dos Professores no Youtube? Até quando pais estúpidos e ignorantes, em defesa de seus filhos mal-educados, desprezarão o trabalho e a autoridade dos professores?
É só isso o que temos a oferecer em gratidão a esses profissionais: discursos vazios, vídeos ridículos e desrespeito cotidiano???!!! Quando esse país vai acordar para a importância e para o sofrimento diário desses profissionais? Quando for tarde demais e nenhuma esperança de futuro restar... Pobre país sem futuro... Pobre país que fez do dinheiro a sua riqueza e esqueceu seu povo... Pobre país que valoriza mais um jogador de futebol do que um professor... Pobre país em que uma professora precisa ser queimada viva para ser lembrada pela mídia... Miserável país é o nosso!


Augusto Cury   




Descanse em paz, Helley Abreu Batista! Seus alunos agradecem. Por tudo... 





Fonte imagem: GOOGLE  

08/10/2017

16HS RESPIRANDO ORGANIZAÇÃO



Brinquedos




Finalizada a primeira turma do workshop 16hs Respirando Organização, delicioso imaginar o que cada uma das alunas fará nas suas rotinas pessoais com o conhecimento adquirido. Turma heterogênea, no que se refere às origens profissionais, porém de uma sintonia ímpar. Atentas e participativas, ouviram, questionaram, planejaram e, passada uma semana da nossa conclusão, agora é certeza: já estão colocando a mão na massa.
Confortavelmente acomodadas na sala de cursos da loja Novo Projeto, ainda na primeira tarde de encontro, percebi, em uma delas, interesses que iam além da organização residencial proposta no conteúdo. Seus olhos brilhavam a cada nova tela e suas muitas perguntas não se limitavam à organização da sua própria vida. Ela iria além. Pretendia entender essa tal de organização e se capacitar para ajudar pessoas nas suas rotinas.
Para ela, segue o post de hoje, reafirmando que organização não precisa ser um processo caro, mas sim, eficiente. Por essa razão, fucei o google em busca de imagens utilizando potes de sorvete vazios em algumas organizações. Brinquedos, utilidades domésticas, peças de praia/piscina, meias, roupas íntimas e até verduras na geladeira, todos categorizados em potes de sorvete vazios. Lindo de se ver, não é, Priscila Doman?!  




Utilidades domésticas



Peças de praia/piscina




Pois é. Como mencionado acima, esse post é para você. Um estímulo para que siga firme nos seus planos e se profissionalize assim que possível. Existe um mercado grande aqui no nordeste, sedento por profissionais competentes. Só lembrando que ética, transparência e generosidade não se ensina em curso algum. Mas, graças à Deus, esses pré-requisitos você já possui. Capriche nas suas organizações e conte comigo no que precisar!   




Roupas íntimas



Verduras




Agora, não só para Pri, como para todas as outras alunas dessa turma de gente do bem, deixo uma inspiração, também presente do sr. Google. Esse lindo porta-trecos foi confeccionado com um pote de sorvete vazio, cordão de sisal e tecido. Para fixar o cordão no pote, será necessária uma pistola de cola quente. Gostaram? Então, deixem aquela preguiça domingueira de lado, aproveitem as dicas e iniciem as suas organizações. Hoje ainda...   








OBs.: Próxima turma do workshop 16h Respirando Organização, 21 e 28 de outubro, das 8 às 17h, na UNIFACS, Campus Paralela. Para mais detalhes sobre as inscrições,  cliquem, agora, no link. Bom domingo a todos!



Fonte imagens: GOOGLE

01/10/2017

TECNOLOGIA E ORGANIZAÇÃO


Aplicativo Plasútil




Apresentada à linha UP! PLASÚTIL na Personal Organizer Brasil 2016, logo me encantei com a genialidade da ideia. Quem, na busca por uma vida mais organizada, não gostaria de ter mapeado no seu celular o conteúdo do freezer, por exemplo?! E se esse mapeamento ainda permitisse que avisos fossem emitidos quando os congelados estivessem perto da validade?!   




Mais controle, mais economia...




A vida seguiu e tentei introduzir os produtos na rotina dos clientes. Querem saber? Resistência. Mil e um argumentos, mas a verdade é que resistimos ao novo até para um simples teste. Então, chega a POB2017 e olha a linha UP! PLASÚTIL lá outra vez. Usuária do aplicativo e encantada com a lista de benefícios, desde 2016, peço que abram suas mentes e assistam o vídeo.     








Vamos testar? Com o celular em mãos, vão no google e digitem "up plasútil aplicativo". A primeira opção da lista de busca será "UP Plasútil". Cliquem, leiam as informações e, no final da tela, encontrarão a opção DOWNLOAD. É só escolher entre App Store ou Google play e clicar. Na tela de instalação do aplicativo, cliquem em instalar. Tudo mais é autoexplicativo. Relaxem... 




Atenção ao Qr Code!


Qr Code em destaque




E agora? Precisamos sair desesperados atrás dos produtos da Plasútil que tragam o Qr Code apresentado acima? É óbvio que não! Nas suas organizações, conservem o que está funcionando e ataquem, inicialmente, o setor que precisa melhorar. Como a linha UP! PLASÚTIL atende toda a casa, sugiro que iniciem pelo freezer. Muitos benefícios virão. Simples assim!! 





Fonte imagens: GOOGLE

24/09/2017

IMAGEM FORTE



Delícia!!!!




A melhor coisa que já experimentei, até hoje, como diriam as minhas filhas, "valendo Brasil e fora dele", foi a mini torta vulcão da Confeitaria Priscilla Diniz. Melhor ainda, quando não preciso dividir com ninguém. Querem saber a segunda? A delícia de morangos frescos apresentada acima. Em débito com várias pessoas desde que postei a imagem da última feita aqui, aproveitando um sábado de folga, buscava um espaço na programação dos posts para compartilhar a receita. Se estão curiosos para saberem qual a relação entre ela e organização, os adianto que nenhuma. Contudo o compartilhamento irrestrito, tem muita relação. Organização e generosidade andam sempre coladinhas. Desde o descarte até a finalização de qualquer projeto. Estão duvidando? Então, experimentem. A torta e a organização...





TORTA DE MORANGO

Ingredientes massa: 2 colheres de sopa de manteiga / 4 colheres de sopa de açúcar / 2 gemas / 1 colher de chá de fermento em pó / farinha de trigo até o ponto de abrir.

Modo de fazer massa: 1. Misture tudo até soltar dos dedos. 2. Em um pirex untado, espalhe a massa. 3. Antes de levar ao forno brando pré-aquecido, faça vários furos usando os dentes de um garfo. 


Ingredientes recheio: 1 lata de leite condensado / 1/2 lata de leite / 1 colher de sobremesa de maizena / 2 gemas.

Modo de fazer recheio: 1. Leve tudo ao fogo brando até ficar consistente. 2. Deixe esfriar um pouco e espalhe sobre a massa fria.


Ingredientes finalização: 1 caixa grande de morangos frescos (ou 2 pequenas) / 1 caixa de gelatina de morango.

Modo de fazer finalização: 1. Lave os morangos. 2. Escorra a água. 3. Corte-os no sentido longitudinal. 4. Salpique um pouco de açúcar sobre eles, deixando penetrar. 5. Escorra e arrume sobre o creme. 6. Prepare a gelatina de acordo com as instruções da caixa, usando um pouco menos da água recomendada. 7. Em um recipiente separado, coloque na geladeira até começar a ficar consistente. 8. Espalhe, cuidadosamente, sobre os morangos.  


Dica: Caso a gelatina passe do ponto de endurecimento na geladeira, nada de pânico. Leve outra vez ao fogo até dissolver os pedaços e inicie o processo. Já aconteceu comigo.





Fonte imagem: ARQUIVO PROFISSIONAL